Ajuda de Custo Governo R$ 600 como se cadastrar

Informe-se aqui sobre o novo projeto social do governo federal que é ajuda de custo de R$ 600 às famílias que estão sem emprego e trabalhadores autônomos que estão sem renda devido à quarentena Coronavírus. Abaixo estamos informando como e quando será feito 2º pagamento do auxílio e como se cadastrar.




Ajuda de Custo Governo R$ 600 como se cadastrar

Governo Federal está dando uma ajuda de custo às pessoas que estão de quarentena durante o surto do Coronavírus, e com isso deve beneficiar quem trabalha como microempreendedor individual, cadastrados como MEI, trabalhadores informais sem cadastro e todo o tipo de trabalhador que perdeu o seu emprego e encontra-se desempregado.

Leia também, inscrição Caixa Auxílio Emergencial :

Veja como fazer a solicitação do Auxílio na página da Caixa para trabalhador informal

Foi discutido e aprovado nas Câmaras dos Deputados, e sancionado pelo Presidente Jair Bolsonaro, uma ajuda emergencial de R$ 600 durante a quarentena às famílias que ganham até 3 salários mínimos, que são consideradas famílias baixa renda, sendo que no início o governo propôs o valor de R$ 200.

Depois de várias negociações entre líderes, chegaram ao acordo de R$ 600 a ser pago por três meses, ou durante durar a quarentena. Ainda nas negociações foi discutido o pagamento de R$ 1.200 às mulheres que chefiam a família, ou seja, mulheres que cuidam sozinhas da família. Nesse caso, essas chefes de família devem receber duas deves o auxílio.




Requisitos para receber o auxílio emergencial- ajuda de custo governo federal

  • Ser maior de idade – 18 anos;
  • Não ter emprego formal;
  • Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal, sendo aceitável apenas o Bolsa Família;
  • Ter renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo federais ou renda familiar mensal de até três salários mínimos – valor total mensal;
  • Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70.

Além desses requisitos, os beneficiários devem preencher um desses requisitos :

  • Ser microempreendedor individual – MEI, ou;
  • Ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social – RGPS, ou;
  • Ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único – CadÚnico para Programas Sociais do Governo Federal, ou;
  • Ser for trabalhador informal sem pertencer a nenhum cadastro, desde que esteja recebendo até meio salário mínimo por cada pessoa ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos, podendo ter recebido esse valor no último mês.



Informações para quem recebe o Bolsa Família

Pelas informações que encontramos no site www.camara.leg.br, até duas pessoas da mesma família podem acumular dois benefícios, um que é o auxílio emergencial do novo projeto e outra do Bolsa Família. Caso o auxílio for maior do que o Bolsa Família, a melhor escolha é o auxílio. Então é possível escolher o que tem o maior valor.

Informações para quem tem direito ao BPC

Pessoas com deficiência e idosos que são candidatos ao BPC – Benefício de Prestação Continuada vão receber adiantando o auxílio antes da avaliação de médicos peritos e do INSS. Esse argumento é devido a demora para avaliações dessas pessoas. Quando o valor do BPC for concedido (salário mensal de R$ 1.045) esse valor de R$ 600 dado será descontado. Assim essas pessoas não ficam esperando tanto para receber.

Quem não tem direito no auxílio do governo – trabalhadores com carteira registrada e agentes públicos, até mesmo os que estão ocupando cargo temporário, os de cargo em comissão livre nomeação e exoneração.



Pagamento do auxílio governo federal como se cadastrar

A todos que preenchem os requisitos, o pagamento emergencial é feito em banco público, como Caixa Econômica Federal. A conta de cada beneficiado é criada no aplicativo Caixa Tem, no caso de quem não tem conta, a qual pode ser informada na hora do cadastro, e não será necessário apresentar documentos e não será cobrada a taxa mensal de manutenção do banco. A pessoa tem direito de fazer até uma transferência mensal para outro banco.

Cadastro no Aplicativo para Android play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.auxilio

Cadastro no Aplicativo para iOS apps.apple.com/br/app/caixa-auxilio-emergencial

A primeira parcela da ajuda de custo do governo foi paga em abril 2020. Em maio 2020 começa o pagamento da segunda parcela do auxílio.

Pagamentos da segunda parcela auxílio Governo – depósito na poupança social digital

Dia 20 de maio – pagamento para nascidos em janeiro e fevereiro

Dia 21 de maio – pagamentos para nascidos em março e abril

Dia 22 de maio – pagamentos para nascidos em maio e junho

Dia 23 de maio – pagamentos para nascidos em julho e agosto

Dia 25 de maio – pagamentos para nascidos em setembro e outubro

Dia 26 de maio – pagamentos para nascidos em novembro e dezembro

Saques e transferências das contas sociais serão liberados a partir de 30 de maio.

Pagamentos da terceira parcela auxílio governo ainda não têm calendário definido. Assim como a data para pagamento da segunda parcela das pessoas que receberam a primeira parcela depois de 30 de abril.

Confira calendário completo no Diário Oficial da União.

Informações sobre o auxílio, aqui : www.caixa.gov.br/auxilio

Dicas nossas : Tome cuidado com informações falsas. Se receber informações sobre o auxílio governo federal nas redes sociais, procure sua veracidade primeiro para depois compartilhar.




9 Comments

  1. Geruza Félix Da Silva
  2. edmilson ferreira e silva
  3. Léia Costa Amorim
    • Genubia
    • Augusto Cruz
      • Genubia
  4. Cristoffer barreiros da Silva
    • Genubia